skip to Main Content

Como escolher a minha peça?

Muitas dúvidas podem surgir, na hora de escolher sua peça de âmbar:
Colar, pulseira ou tornozeleira? Qual modelo? Qual medida? Qual cor?
Escolho uma peça polida ou não polida?
Qual fecho é o melhor? É seguro?
Vamos tentar esclarecer suas dúvidas…

COLAR, PULSEIRA OU TORNOZELEIRA?

Primeiramente, gostaríamos de salientar, que não existe diferença entre colares, pulseiras e tornozeleiras. Todos são eficazes, desde que em contato direto com a pele pelo maior período de tempo
possível. É exatamente a fricção da peça com a pele, que a aquece, liberando ácido succínico (o responsável pelas características terapêuticas do âmbar), garantindo suas propriedades terapêuticas.

QUAL MODELO EU ESCOLHO?

Modelo round

Modelo oval

Modelo olive

Modelo chip

Modelo barroco

Modelo arredondado

Existem diferença nos formatos das contas que são confeccionadas as peças de âmbar: Temos os modelos: Chip, arredondado, barroco, oval/olive, round (ou premium), dentre outros…
Estes são apenas a forma em que foram moldadas as peças de âmbar. O modelo pode influenciar no conforto oferecido pela peça, porém, não influencia em seus efeitos terapêuticos.

SOBRE A MEDIDA DAS PEÇAS

MEDIDA APROXIMADA DOS COLARES:

– Colar de âmbar para bebê: 32 / 33 cm
– Colar de âmbar para criança: 36/37 cm
– Colar de âmbar para adulto: 44 cm, 50 cm e 60 cm

MEDIDA APROXIMADA DAS PULSEIRAS / TORNOZELEIRAS:

– Pulseira de âmbar para bebê/criança: De 12 a 17 cm
– Pulseiras de âmbar para adulto: De 15 a 22 cm
– Tornozeleira de âmbar para adulto: De 24 a 30 cm

DICAS

  • As pulseiras de âmbar para bebês e crianças podem também ser utilizadas como tornozeleiras, no entanto, deve sempre considerar o peso e a estatura – seja do bebê, da criança ou
    do adulto, para que não haja erro ao escolher sua peça;
  • Para garantir que o tamanho seja ideal, antes de finalizar a compra, meça o tornozelo ou o pulso com uma fita métrica;
  • Os colares para bebes, devem ficar bem próximo ao pescoço, evitando assim que seja levado à boca ou se prenda a algo;
  • Comercializamos o modelo “regulável”, que varia de 11 a 20 cm. Pode ser usado tanto como pulseira ou tornozeleira, sendo esta, uma ótima opção em substituição ao colar. Em
    questão de medida, é uma peça mais versátil e durável, tendo em vista que a medida da peça é regulada de acordo com a variação do pulso/tornozelo do seu bebê.

SOBRE AS CORES DO ÂMBAR:

  • As cores do âmbar variam muito umas das outras. Ao contrário da crença de que o âmbar somente se apresenta na cor amarelada, vale ressaltar que a natureza no presenteia com
    mais de 250 tonalidades de âmbar;
  • As cores do âmbar são influenciadas pelo ambiente, pela água, solo, resina, mudanças climáticas, reações químicas, e até mesmo pelos resíduos presos dentro da resina das árvores,
    que contribuem para uma paleta de cores bem diversificada;
  • Do ponto de vista terapêutico não tem influência, o importante é que seja âmbar natural do Báltico, já que é este o que contém a maior concentração de ácido succínico – o
    responsável pelas características terapêuticas do âmbar.

EM RELAÇÃO AO POLIMENTO:

  • O polimento não retira as propriedades terapêuticas do âmbar, apenas evidencia sua beleza. Há quem afirme que quanto menos processado ele for, maior a efetividade.
  • No geral, as peças variam de percentual (não significativo) de uma para a outra, de lote para lote, mas tanto o polido quanto o não polido são eficazes.

Na Âmbar Boas Vibrações, as peças com acabamento polido são as mais vendidas.

SOBRE O POLIMENTO DAS PEÇAS:

PEÇAS NÃO POLIDAS:

As contas do colar são confeccionadas com âmbar em seu estado bruto. Sendo assim, ele apresenta um visual sem brilho. No entanto, isso não influencia o seu toque, que não é áspero.

PEÇAS SEMI POLIDAS:

As contas do colar são confeccionadas com âmbar em seu estado bruto, com polimento superficial. Sendo assim, ele apresenta um visual fosco. No entanto, não é desconfortável.

PEÇAS POLIDAS:

Ao receber polimento, o âmbar se torna brilhante e levemente mais translúcido.

QUAL O TIPO DE FECHO?

FECHO DE CLICK (OU PRESSÃO):

Este fecho é confeccionado em plástico. O colar se abre facilmente caso seja puxado ou se prenda em alguma coisa.

FECHO DE ROSCA:

Este fecho é confeccionado em plástico. O colar não se abre com facilidade, geralmente é necessário a ajuda de um adulto para abri-lo.

QUAL DELES É MAIS SEGURO?

  • O colar com fecho de click se abre facilmente.
  • O colar com fecho de rosca, é necessário a ajuda de um adulto para retira-lo.

Aconselhamos o fecho de click para o uso em bebês e o fecho de rosca para crianças, no entanto, na prática, só a mamãe pode decidir o que é melhor para seu bebê. Na dúvida, nós da
Âmbar Boas Vibrações, temos os dois modelos à sua escolha!

SEGURANÇA DAS PEÇAS:

Nossos colares seguem os padrões de segurança Europeu:

  • Tem um nó entre cada conta, para garantir que, caso o cordão se rompa, apenas uma conta caia;
  • É confeccionado em fio de poliéster, que além de resistente, é antialérgico;
  • O tamanho das contas é bem pequeno, não há risco de asfixia;
  • Os colares para bebês possuem em média 32/33cm. Este é o tamanho recomendado para ser usado em bebês com a partir de 3 meses de idade. O comprimento do colar evita que enrosque em alguma coisa, e dificilmente o bebê conseguirá levá-lo colar à boca;
  • Colares para bebês servem em média até 3/4 anos. A partir desta idade, aconselhamos a peça na medida de 36/37 cm. Lembramos que sempre deve ser observado o peso e a estatura do bebê/criança, e na dúvida, medir a circunferência do pescoço para que não haja erro.
  • As contas de âmbar são estarão sempre na temperatura da pele, e são muito leves, portanto, raramente os bebês percebem e se incomodam com a presença do colar.
  • Aconselhamos que o bebê esteja sempre sob a supervisão de um adulto e colares sejam retirados para dormir.

@ambarboasvibracoes

© Âmbar Boas Vibrações - Todos os direitos reservados
www.ambarboasvibracoes.com.br

Back To Top